Image Map

8 de janeiro de 2015

Banebdjed

۞ ADM Sleipnir


Banebdjed ("Espírito do Senhor de Djed") foi um deus egípcio associado a fertilidade e cultuado na cidade de Djed (chamada de Mendes pelos gregos), a capital do 16° nomo do Baixo Egito, localizada na região do Delta. Ele representava o Ba (espírito) dos quatro deuses: Rá, Shu, Geb e Osíris. Ele possuía uma consorte chamada Hatmehit (a divindade nativa de Mendes), com quem as vezes era fundido, passando a se chamar Banebdjedet.

Na antiga arte egípcia, Banebdjed foi retratado de várias maneiras. Às vezes era representado na forma de um carneiro completa. Em outras vezes, como um homem com cabeça de carneiro vestindo a coroa Atef. Ele também poderia aparecer como um carneiro de quatro cabeças, ou um homem com quatro cabeças de carneiro, com ou sem a coroa Atef.


Banebdjed era conhecido desde o Antigo Império e seu principal dever era o de proteger a sua cidade natal. Seu culto atingiu seu auge na dinastia 29 e durou até o período grego.

Segundo Heródoto, seus devotos não sacrificavam bodes: 

[2.42.1] Aqueles que possuem um templo dedicado a Mendes, devem abster-se de oferecer cabras, ovelhas e sacrifício em seu lugar...Estes egípcios, que são Mendesianos, consideram o deus carneiro como Pan um dos oito deuses que existiam antes dos 12, e ele era representado no Egito pelos pintores e os escultores, assim como ele é na Grécia, com o rosto e as pernas de um bode... Em egípcio, a cabra era também chamada de Mendes.

Foram as conotações sexuais associadas ao seu culto, que levaram os primeiros cristãos a demonizarem Banebdjed e chamá-lo de "o Bode de Mendes", ou Baphomet.



NÃO DEIXE O BLOG MORRER! Separe um minuto para comentar, elogiar ou criticar as publicações. Faça também sugestões. Sua interação é importante ajuda a manter o blog ativo!

2 comentários:

  1. Muito interessante. Esclarecimentos necessários que poucos sites fazem. Parabéns pelo artigo.
    Muitos desconhecem a origem egípcia e pagã de Baphomet e usam como propaganda do "diabo" criado pelo Cristianismo (um almagama de deuses pagãos que ameaçavam o poder e a moral cristã. No sentido grego/original "demônio" vem de daemon, algo como espírito guia ou gênio, e "diabolos" é acusador ou divisor, e é/era assim que a igreja via os deuses de outros povos.)
    Ainda no Egito, assim como Banebdjed, havia Khnum, deus cornífero criador do homem (como Prometeu) juntamente a deusa sapo Heqet (onde muitos acreditam ser a origem de Hécate). Minha opinião pessoal, é que esse deus de várias faces e nomes, sempre foi o portador de uma luz proibida, para as instituições e poderes que sempre quizeram nos subjugar, e portanto adversário deles.

    ResponderExcluir



Seu comentário é muito importante, e muito bem vindo, porém peço que evitem:

1) Xingamentos ou ofensas gratuitas ao autor e a outros comentaristas;
2)Comentários racistas, homofóbicos, xenófobos e similares;
3)Spam de conteúdo e divulgações não autorizadas;
4)Publicar referências e links para conteúdo pornográfico;
5)Comentários que nada tenham a ver com a postagem.

Comentários que inflijam um desses pontos estão sujeitos a exclusão.

De preferência, evite fazer comentários anônimos. Faça login com uma conta do Google, assim poderei responder seus comentários de forma mais apropriada, e de brinde você poderá entrar no ranking dos top comentaristas do blog.



Ruby