25 de junho de 2014

Obatalá (Oxalá)

۞ ADM Sleipnir



Obatalá (ou Oxalá), "O Senhor do Pano Branco", é o orixá criador da terra e o escultor da humanidade, porque a ele foi dada esta função por seu pai Olodumare (Olorun), o deus supremo do panteão iorubá. De acordo com um patakí (história sagrada), Olodumare enviou Obalatá à Terra no início dos tempos, quando não havia nada além de água. Olodumare deu a seu filho um pouco de sujeira e um frango, e ele disse-lhe para criar a terra com ele. Obatalá colocou a sujeira em uma pilha no meio do mar e colocou o frango sobre ela. Em breve, o frango começou a coçar a sujeira, espalhando-a ao redor, e assim a terra tomou forma. Uma vez que os continentes tinham sido formados, Olofi, outra manifestação do Deus supremo, disse a Obatalá para formar os seres humanos. Obatalá obedeceu, adicionando o toque final, colocando cabeças sobre os corpos dos seres humanos que ele criou. É por isso que Obatalá é dito ser o dono de todas as cabeças.



Outra versão dessa história conta que a Obatalá foi dada a tarefa de criar a Terra por seu pai, Olorun. No entanto, em vez de trabalhar e fazer o que lhe foi ordenado, Obatalá se embriagou com vinho de palma. Oduduwa, outro dos Orixás, aproveitou desta situação e procurou criar o mundo sem a ajuda de ninguém. Quando o mundo foi finalmente criado por Oduduwa, Olorun estava satisfeito com o que ele viu e ficou tão encantado com ele que fez de Oduduwa a deusa da Terra. No entanto, por sua negligência, Obatalá foi punido e recebeu a tarefa de criar os seres humanos. Diz-se que Obatalá novamente se embriagou, e durante a execução desta tarefa, acabou criando pessoas com deficiências físicas. Isso fez dele o patrono dos mesmos. 

Outra história conta como Obatalá salvou a humanidade da destruição. Em uma ocasião, os Orixás estavam tendo uma festa e se esqueceram de convidar Iemanjá. Ela ficou com tanta raiva que acabou instigando os oceanos e inundou o mundo. Os seres humanos ficaram aterrorizados e não sabiam o que fazer, então eles foram até Obatalá e lhe pediram para intervir. Ele ordenou Iemanjá a recuar, e ela o fez por respeito a ele. Obatalá, como o criador da terra, era o único que podia acabar com ela.


Obatalá é o senhor de todas as coisas brancas, bem como a cabeça humana e todos os seus pensamentos e sonhos. Sua saudação é ÈPA BÀBÁ! Oxalá é considerado e cultuado como o maior e mais respeitado de todos os Orixás do panteão africano. Simboliza a paz, é o pai maior nas nações das religiões de tradição africana. É calmo, sereno, pacificador; é o criador e, portanto, é respeitado por todos os Orixás e todas as nações. A ele pertencem os olhos que vêem tudo.

Na Santeria ele é o equivalente ao santo católico Nossa Senhora da Misericórdia, sendo também sincretizado com a figura de Jesus CristoObatalá é homenageado com galinhas brancas, caracóis, sopa de melão branco, inhame amassado e outros alimentos brancos, como eko. Eko é apenas milho em folhas de bananeira. A comida oferecida a esse orixá nunca pode ser salgada. 






Agradecemos sua visita e se gostou da leitura, deixe seu comentário! Compartilhe também nossos posts nas redes sociais!

4 comentários:

  1. desculpa mas eko e o caldo da canjica, posso dizer com toda certeza pois sou feito de santo a 6 anos e sou feito de oxala, o que e servido a ele e o ebo que e so a canjica.

    ResponderExcluir
  2. É lindo, obrigado por esses conhecimentos astrais !!

    ResponderExcluir
  3. Estou em fase de conhecimento......Gosto e quero me aprofundar. Parabéns a vcs que me ajudam. Obrigado.

    ResponderExcluir



Seu comentário é importante e muito bem vindo. Só pedimos que evitem:

-Xingamentos / Ofensas;
-Incitar o ódio e o preconceito;
-Spam;
-Publicar referências e links de pornografia;
-Comentários que nada tenham a ver com a postagem.

Reservamo-nos ao direito de remover qualquer comentário nessas condições.

De preferência, faça login com uma conta do Google, assim poderá entrar no ranking dos top comentaristas do blog.



Ruby