26 de junho de 2014

Fintan, o Salmão da Sabedoria

۞ ADM Sleipnir


Fintan, o Salmão da Sabedoria é uma criatura mágica da mitologia celta. A lenda conta que nove avelãs caíram no Poço da Sabedoria, e passaram a conter toda a sabedoria do mundo. Certo dia, um salmão comeu as nove avelãs e assim se tornou o ser mais sábio do mundo. Um druida previu que a primeira pessoa que provasse de sua carne obteria todo esse conhecimento.

Muitas pessoas passaram a tenta capturar o salmão, vez após vez, mas nunca ninguém conseguia. Às vezes, o seu fracasso devia-se a falta de habilidades de pesca dos caçadores, mas em outras ocasiões , eles não conseguiam porque acabavam acidentalmente olhando nos olhos do salmão. Qualquer um que olhasse para os olhos do salmão, que eram negros como tinta, cairia em um sono profundo.

No tempo onde o Salmão da Sabedoria ainda nadava livremente pelo Rio Boyne, viveu um poeta cujo nome era Finegas (ou Finnéces). Ele era considerado um dos homens mais sábios da Irlanda, mas mesmo assim, ele estava determinado a capturar o valioso salmão, e por isso ele passava os dias observando o rio igual a um falcão.  



Certo dia, um menino chamado Fionn Mac Cumhail chegou em sua casa. “Quem é você?” “Por que você está correndo?” - perguntou Finegas. “Meu nome é Fionn. Meu pai foi morto em batalha, agora seus inimigos querem matar a mim também” - respondeu o rapaz. “Não tenha medo”, Finnegas disse gentilmente. “Fique comigo e eu cuidarei de você”. Desde então, Fionn passou a viver alegremente com Finegas, aprendendo com o mesmo a ser um poeta. Em retribuição, Fionn passava o dia limpando a cabana e a noite preparava as refeições. 

Certo dia enquanto vigiava o rio, Finegas percebeu um peixe monstruoso, porém belo e dourado, nadando entre as águas borbulhantes. Finegas pegou sua rede mais forte e a lançou nas águas profundas do Rio Boyne. Ele se lembrou de tomar cuidado para não olhar diretamente nos olhos sedutores da criatura, mas, de repente, o peixe saltou para fora da água e pairou no ar. Finegas e o salmão fizeram contato visual, e o poeta acabou caindo em um sono profundo, quase que imediatamente. Nesse momento, Fionn correu para socorrer Finegas e, com muita dificuldade, conseguiu acordá-lo do seu sono induzido.

O rapaz tirou a camisa e dobrou-a, improvisando uma almofada para colocar sob a cabeça de Finegas, mas ele recusou a mesma. "Meu filho, traga-me um pedaço de pano por favor?", Finegas pede à Fionn, que o providencia de imediato. Finegas pega o pedaço de pano e o amarra sobre os olhos, recolhendo sua rede em seguida. Ele tinha visto um lampejo dourado voando sobre o rio Boyne, e alegrou-se ao perceber que o salmão ainda não havia fugido. Ele passou a lançar sua rede às cegas, mas isso não o incomodava - ele era um pescador experiente, e que seria melhor do que permitir que o salmão o colocasse para dormir novamente.

Por horas Finegas tentou capturar o salmão, mas a cada arremesso da rede, ela dançava e se esquivava para fora do caminho. O velho poeta ficou ao lado do rio até o anoitecer, lançando a rede no rio e puxando-a de volta. O céu já tinha virado um breu, e ele disse a si mesmo que iria fazer mais uma tentativa. Incrivelmente, nesta última tentativa a rede se fechou de forma segura ao redor do peixe. Embora o salmão tenha resistido e pulado, não foi capaz de escapar. Finegas ficou tão desgastado por ter pescado durante todo o dia, que mal tinha forças para andar e então perguntou à Fionn se ele poderia cozinhar o salmão para ele. O menino concordou, porém teve que prometer que não iria comer o peixe. "Por favor, não coma nem um pedaço!" exclamou Finegas. Ele já estava cheio de orgulho e de alegria porque estava próximo de se tornar o homem mais sábio da Irlanda.

Fionn deu a sua palavra, e recebeu o majestoso peixe de seu professor. Ele acendeu uma fogueira, e uma vez que o fogo atingiu um tamanho adequado, ele começou a cozinhar o peixe. Fionn se sentou e ficou olhando o salmão cozinhar sobre o fogo. Ele ficou ali sonhando acordado, imaginando quais poderes maravilhosos o salmão poderia trazer, até que percebeu uma bolha se formar sobre a pele da criatura. Sem pensar, ele furou a bolha e acabou queimando seu dedo. Instintivamente, ele colocou o dedo queimado em sua boca e o chupou em uma tentativa de aliviar a dor. 


Assim que o salmão ficou pronto, Fionn o trouxe para Finegas, que tinha muita pressa em comê-lo. Após provar alguns pedaços do peixe, o velho sábio notou que havia uma mudança inconfundível no rapaz - seus olhos estavam brilhantes e suas bochechas tinha uma aparência saudável. Então Finegas lhe pergunta:  "Rapaz, você provou do salmão?"

Fionn sabia que nunca deveria mentir a seus anciãos, e lhe disse que ele não tinha dado sequer uma única mordida no salmão. Finegas insiste em sua pergunta, já visívelmente nervoso. De repente Fionn se lembrou da bolha, e como ele colocou o dedo na boca depois de usá-lo para estourá-la. Nervoso, ele contou a Finegas sobre o fato.

O velho poeta ficou com muita raiva no início, e depois foi superado pela tristeza. Ele sonhava em se tornar o homem mais sábio da Irlanda desde que ele era um menino. Mas então ele percebeu que, como era um sujeito idoso, e Fionn era apenas um jovem rapaz, o menino poderia fazer um uso melhor do dom do salmão, podendo se tornar o maior guerreiro que o mundo já conheceu.

 Isso de fato acontece, e a história completa de Fionn você conhecerá em breve aqui no blog.



Obrigado por sua visita! Se gostou da leitura, por favor deixe um comentário. Compartilhe nossas postagens nas redes sociais!

2 comentários:

  1. Equipe do Portal dos Mitos, voces se esqueceram de fazer o post sobre Fionn Mac Cumhail.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não esqueci não, demorou mesmo. Mas logo será publicada no blog!

      Excluir



Seu comentário é importante e muito bem vindo. Só pedimos que evitem:

-Xingamentos / Ofensas;
-Incitar o ódio e o preconceito;
-Spam;
-Publicar referências e links de pornografia;
-Comentários que nada tenham a ver com a postagem.

Reservamo-nos ao direito de remover qualquer comentário nessas condições.

De preferência, faça login com uma conta do Google, assim poderá entrar no ranking dos top comentaristas do blog.



Ruby