9 de setembro de 2014

Neith

۞ ADM Sleipnir


Neith (Nit, Net, Neit, ou ainda Tenehut) era uma antiga deusa egípcia da guerra e da tecelagem. Era a deusa padroeira da Coroa Vermelha do Baixo Egito e da cidade de Saís, capital do Antigo Egito durante a XXIV dinastia. De acordo com a cosmologia de Esna, Neith foi a criadora do mundo e mãe do sol, o deus Ra. Isto a torna mãe de todos os deuses e a conecta com Nun (membro da Ogdóade de Hermópolis que personificava as águas primevas do caos, a partir da qual Ra emergiu no início dos tempos). No entanto, ela também era creditada como a criadora de Apep, a grande serpente e inimigo jurado de Ra, que nasceu após a saliva de Neith cair sobre as águas de Nun. 

Neith era uma divindade poderosa e popular, a quem os outros deuses aparentemente consultavam quando não conseguiam resolver uma disputa. Por exemplo, de acordo com o mito foi Neith quem decidiu que Hórus seria o rei do Alto e do Baixo Egito em vez de Seth. Em compensação, ela entrega a Seth o domínio sobre os desertos e abençoou seu casamento com duas deusas estrangeiras (Anat e Astarte). 

Características

Neith era normalmente descrita como uma mulher vestindo a coroa vermelha do Baixo Egito, e empunhando um arco e duas flechas. Era ocasionalmente descrita como uma vaca, em conexão com o seu papel como mãe de Ra (ligando-a com Hathor, Hesat e Bat). Seu nome conecta-a com a coroa do Baixo Egito, que era conhecido como "nt". No entanto, seu nome também está ligado à palavra para tecer ('ntt') e uma das palavras utilizadas para a água ("nt"). Quando ela é referida como a criadora do mundo, seu nome é escrito usando o hieróglifo de um falo ejaculando, o que indica que ela foi considerada uma divindade andrógina.


Símbolos

Neith era associada à dois emblemas diferentes: um escudo cruzado com duas setas, ou um a lançadeira de tecelagem. Parece que as setas cruzadas foram seu símbolo durante o período pré-dinástico, quando ela era considerada uma deusa da caça e da guerra conhecida pelo epíteto "Senhora do Arco, Governadora das Flechas". As setas cruzadas também formavam o emblema da cidade de Saís e o nome do nomo de que sua cidade era a capital. 


O exemplo mais antigo registrado de Neith sendo escrito usando as setas cruzadas está no nome da rainha Nihotep (pensado para ser a esposa de Hor Aha, período dinástico Precoce). Não se sabe quando as setas foram substituídas pela lançadeira de tecelagem, ou se este foi o resultado de confusão ou uma tentativa de re-alinhar Neith como uma deusa da tecelagem. Um outro mito da criação suegre que Neith criou o mundo através da tecelagem, e foi por vezes sugerido que ela era uma deusa ligada a ritos funerários, porque ela era responsável por tecer o invólucro das múmias. 

Relações Familiares

As relações familiares de Neith eram no mínimo confusas. Durante o Império Antigo, ela foi considerada a esposa de Seth (o que torna improvável que ela iria ser chamado a governar contra ele e lhe conceda esposas extras!). No entanto, sua associação com Seth foi abandonada quando ele foi re-interpretado como uma força do mal. Ela foi muitas vezes considerada a mãe de Sobek, o deus crocodilo. Nos Textos das Pirâmides localizados no túmulo de Unas, Neith recebe o epíteto de "Ama dos Crocodilos". No entanto, nos últimos tempos, ela foi considerada a esposa de Sobek, em vez de sua mãe. Além disso, ela foi por vezes descrita como a esposa de Khnum, no Alto Egito. 


Associações com Outros Deuses

Sob a forma de uma vaca, Neith estava ligada às deusas Nut e Hathor, e em tempos dinásticos posteriores ela foi considerada uma forma de Hathor. Ela também era ligada a Tatet (a deusa que vestia os mortos). Neith era associada com Anúbis e Wepwawet (Upuaut), por causa de seu epíteto "Desbravadora de Caminhos".

Ela também era uma das quatro deusas (junto com Ísis, Néftis e Serket) que protegiam os vasos canópicos, que eram identificados com os quatro filhos de Hórus (Imseti, Hapi, Duamutef e Kebehsenuef). Neith protegia o lado leste do sarcófago e protegia Duamutef (o do deus com cabeça de chacal), enquanto ele protegia o estômago do finado. 


Obrigado por sua visita! Se gostou da leitura, por favor deixe um comentário. Compartilhe nossas postagens nas redes sociais!

3 comentários:

  1. Olá! Primeiramente quero diz que sou muito fã do blog, sou apaixonada por mitologia desde os 7 anos. Vim deixar minha sugestão: mais lendas brasileiras! É incrível como algumas pessoas tratam nossa cultura com tanto desdém, sendo que a maioria das nossas lendas são fantásticas, tanto quanto, ou até mais que outras lendas bastante conhecidas mundialmente. E fico muito feliz que uma site tão acessado e informativo como o Portal dos Mitos já tenha postado várias lendas e mitos nacionais. Bom, aqui vai uns sites muito bons contendo alguma de minhas histórias preferidas (como o Pé-De-Garrafa, Cobra Honorato, a Serpente Jericoacoara...).
    Obrigada, beijos. Letícia.

    http://www.sohistoria.com.br/lendasemitos/br/
    http://www.qdivertido.com.br/folclore.php

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado por seu comentário. Tenho pesquisado muito sobre o assunto, inclusive recentemente separei as lendas brasileiras já postadas no blog em um marcador específico, já preparando para postar mais lendas. Em breve iremos postar mais e mais sobre o folclore e lendas brasileiras, e dos citados por você, o da Cobra Honorato já está pronto e irá entrar no blog no dia 23/09.

      Excluir
  2. As deusas do Egito antigo, faziam gerações poderosas com os homens carnais. E isso ficou de resto.

    ResponderExcluir



Seu comentário é importante e muito bem vindo. Só pedimos que evitem:

-Xingamentos ou ofensas gratuitas;
-Comentários racistas e/ou xenófobos;
-Spam;
-Publicar referências e links de pornografia;
-Desrespeitar o autor da postagem ou outro visitante;
-Comentários que nada tenham a ver com a postagem.

Removeremos quaisquer comentários que se enquadrem nessas condições.

De preferência, evite fazer comentários anônimos. Faça login com uma conta do Google, assim poderemos responder seus comentários de forma mais apropriada, e você poderá entrar no ranking dos top comentaristas do blog.



Ruby