Image Map

26 de março de 2015

Buluc Chabtan

۞ ADM Sleipnir



Buluc Chabtan (às vezes referido como Deus F) era o deus maia dos sacrifícios humanos, e também da morte súbita e/ou violenta. Estava presente no sacrifício dos presos de guerra e também nas guerras, e por isso era tido também como um deus da guerra. Na arte maia, Buluc Chabtan é retratado com uma linha grossa preta em torno dos olhos e abaixo da bochecha, que tomam a forma de um F, motivo que levou o deus a ser chamado de Deus F. Ele é o patrono do dia 11- manik.



Buluc Chabtan era um deus cruel e temido por todos, e, em companhia do deus da morte Ah Puch, saia atrás de suas vítimas à noite, incendiando casas com uma tocha, queimando pessoas e as impalando com uma lança. Nas batalhas, ele geralmente agia associado a dois espíritos, chamados Ka Ku Pakat e Pakok Exchun Kak, os quais o auxiliavam na identificação e posição do inimigo.

Devido ao seu caráter cruel, Buluc Chabtan não era comumente reverenciado ou admirado pelos maias, ao contrário disso, era uma divindade odiada e evitada. Imagens de Buluc Chabtan nos Códices de Dresden mostram a divindade sendo devorada por larvas após a morte, sugerindo que os autores tentaram enfraquecer a imagem do deus através de suas representações.



NÃO DEIXE O BLOG MORRER! Separe um minuto para comentar, elogiar ou criticar as publicações. Faça também sugestões. Sua interação é importante e ajuda a manter o blog ativo!

2 comentários:

  1. Boa postagem. Divindades maias são um dos meus maiores interesses. De fato só conhecia uma pequena referência a Buluc Chabtan no Códice de Dresden. Seria interessante uma matéria mais extensa acerca do assunto ou talvez a indicação de alguns links sobre o mesmo...
    Recordo que fizestes uma matéria sobre Quetzalcoatl uns três anos atrás e desde então tenho acompanhdo teu blog, sempre em busca de matérias sobre antigas divindades maias.
    Esta sobre Buluc Chabtan fopi uma agradável (!) surpresa!!!
    Sem querer puxar a brasa para minha sardinha, mas já puxando, aproveito o ensejo a ti convidar a conhecer meu blog, que homenageia uma divindade maia específica: KUKÚLKAN (o próprio Quetzalcoatl).
    www.a-piramide-de-kukulkan.com.br
    Muito me honraria a tua visita.

    Abraços!!!

    ResponderExcluir
  2. Depois de Ler,fique curioso,por que SMITE não criou sua versão de Buluc Chabtan.

    ResponderExcluir



Seu comentário é muito importante, e muito bem vindo, porém peço que evitem:

1) Xingamentos ou ofensas gratuitas ao autor e a outros comentaristas;
2)Comentários racistas, homofóbicos, xenófobos e similares;
3)Spam de conteúdo e divulgações não autorizadas;
4)Publicar referências e links para conteúdo pornográfico;
5)Comentários que nada tenham a ver com a postagem.

Comentários que inflijam um desses pontos estão sujeitos a exclusão.

De preferência, evite fazer comentários anônimos. Faça login com uma conta do Google, assim poderei responder seus comentários de forma mais apropriada, e de brinde você poderá entrar no ranking dos top comentaristas do blog.



Ruby