27 de março de 2015

Tefnut

۞ ADM Sleipnir


Tefnut (Tefenet, Tefnet) é uma deusa primordial egípcia associada à umidade, ao orvalho e a chuva, e fortemente associada com a lua e o sol. Ela simbolizava a generosidade e também as dádivas. Irmã e consorte do deus Shu, formava com ele o primeiro par de divindades da Enéade de Heliópolis.

Iconografia

Tefnut era geralmente descrita como uma leoa ou uma mulher com cabeça de leão. Ela sempre usa um disco solar e o uraeus, e carrega consigo um cetro (representando poder) e o ankh (representando o sopro da vida). Ocasionalmente ela também tomava a forma de uma cobra. Ela foi originalmente considerada o "Olho de Ra" lunar, ligando-a ao céu à noite, bem como o orvalho, a chuva e a neblina. No entanto, ela também assumia o aspecto do sol como o "Olho de Ra" solar, a protetora do deus sol (também conhecida como a "Senhora das Chamas" e 'O Uraeus sobre a cabeça de todos os deuses") . Ela compartilhava esse papel com um grande número de deusas, incluindo Sekhmet, Hathor, Mut, Bastet, Ísis, Wadjet e Nekhbet

Família e relações com outros Deuses

Em Heliópolis e Tebas, Tefnut era geralmente descrita como a filha do deus criador (Amun, Atum ou ), a irmã-esposa de Shu, e mãe de Geb e Nut. Ás vezes ela é representada ao lado de Shu, ajudando-o a suportar Nut (o céu) acima de Geb (a terra). Em Mênfis, ela era conhecida como a "Língua de Ptah", deixando a entender que ela o ajudou a criar a vida. Parte da cidade de Dendera (Iunet) era conhecida como "A Casa de Tefnut" e ela era adorada em sua forma leonina em Leontópolis


Originalmente, Tefnut era associada a um deus chamado Tefen. Os Textos das Pirâmides inscritos na tumba de Unas sugerem que Tefnut e Tefen estavam intimamente envolvidos na pesagem do coração dos mortos por Ma'at. No entanto, Tefen parece ter caído no esquecimento e o papel de Tefnut mudou um pouco com o passar do tempo, embora sua ligação com Ma'at tenha se preservado. 

Mitos


Existem uma série de variantes do mito de criação de Tefnut e de seu irmão gêmeo Shu. Em todas as versões, Tefnut é o produto de partenogénese, e todas envolvem algum tipo de fluido corporal.

No mito de criação de Heliópolis, o deus solar Atum/Rá gera Tefnut e seu irmão Shu após masturbar-se sobre as águas do oceano primordial, Nun. Em algumas versões desse mito, Atum/Rá engole seu sêmen, e depois o cospe para fora para formar os gêmeos. Os Textos Funerários contêm referências a Shu sendo espirrado por Atum/Rá de seu nariz, e Tefnut sendo cuspida como saliva.


Uma lenda afirma que Tefnut teve um desentendimento com Rá, enquanto ele vivia na Terra como o Faraó do Egito. Ela decidiu abandonar o Egito e partiu para Núbia, levando consigo toda a água e umidade. Logo toda a terra fértil do Egito secou e o povo passou a sofrer com a severa estiagem. Enquanto isso, Tefnut com sua forma leonina causava transtornos e mortes em Nubia. Rá enviou Thoth acompanhado de Shu até Nubia para convencer Tefnut a retornar ao Egito e assim tornar tudo como era antes. No fim, a dupla conseguiu convencer Tefnut a retornar ao Egito, e seu retorno foi comemorado por todos.

Esta história pode ter originalmente se referido a Anhur (também conhecido como Onúris, que é associado com Shu) e sua esposa Menhet (que também tinha uma forma leonina). Uma outra versão do conto diz que é Hathor ou Sekhmet em sua forma de "Olho de Ra" que fugiu para Núbia após ter sido enganada por Rá, que o fez para impedi-la de destruir a humanidade. 


Obrigado por sua visita! Se gostou da leitura, por favor deixe um comentário. Compartilhe nossas postagens nas redes sociais!

3 comentários:

  1. TefNut parece ser uma das manifestações mais pura do sagrado feminino na cosmologia egípcia

    Ps: vocês poderiam colocar letras maiores e permitir copiar e colar os mitos desse site tirando isso o blog é muito bom.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, obrigado pelas sugestões! Eu não tenho planos de alterar a cor e o tamanho da fonte utilizada nos posts porque dará muito trabalho. Eu terei que editar postagem por postagem, e tendo em vista que já tem quase mil no blog, é inviável para mim fazê-lo. Em relação ao bloqueio contra cópias, foi colocado justamente porque determinados oportunistas vinham aqui, copiavam todo o conteúdo do blog e replicavam em seus sites e páginas, sem me dar crédito algum, nem mesmo mencionavam o blog como fonte. Se você precisar de algum texto do blog, me peça via e-mail (portaldosmitos@gmail.com) e terei prazer de lhe enviar uma cópia.

      Excluir
  2. Muito bom! Obrigada por trazer essa matéria para nós <3

    ResponderExcluir



Seu comentário é importante e muito bem vindo. Só pedimos que evitem:

-Xingamentos ou ofensas gratuitas;
-Comentários racistas e/ou xenófobos;
-Spam;
-Publicar referências e links de pornografia;
-Desrespeitar o autor da postagem ou outro visitante;
-Comentários que nada tenham a ver com a postagem.

Removeremos quaisquer comentários que se enquadrem nessas condições.

De preferência, evite fazer comentários anônimos. Faça login com uma conta do Google, assim poderemos responder seus comentários de forma mais apropriada, e você poderá entrar no ranking dos top comentaristas do blog.



Ruby