30 de março de 2015

Rafael

۞ ADM Sleipnir


Rafael (do hebraico רָפָאֵל; "Deus cura"), também conhecido como São Rafael Arcanjo, é um arcanjo do judaísmo, cristianismo e também do islamismo. É o anjo da cura, da libertação, da guarda, dos casamentos, da ciência e do conhecimento. Ele é um dos sete arcanjos que fazem parte do círculo mais próximo do Senhor, um de seus mensageiros. Foi o único, segundo as Escrituras, que assumiu a forma humana e viveu entre os seres humanos durante alguns meses.

Judaísmo e Cristianismo

Rafael é nomeado em vários livros apócrifos judaicos, entre eles o livro de Enoque, onde é enviado para deter o caído Azazel. De acordo com o Livro de Enoque, Azazel era o líder dos Grigori (também conhecidos como "observadores"), um grupo de anjos caídos que acasalaram com mulheres mortais, dando origem a uma raça de gigantes conhecidos como Nephilim.

Azazel é particularmente significativo entre os grigori, pois foi ele quem ensinou aos homens como forjar armas de guerra e as mulheres ensinou como fazer e usar cosméticos. Ao longo do tempo, os ensinamentos de Azazel e dos demais grigori criaram tamanha iniquidade entre os homens que Deus decidiu destruir toda a vida na Terra através de um grande dilúvio, salvando apenas Noé e sua família, além de um casal de cada espécie de animal da Terra. O livro de Enoque, 10:4-8 diz:
4- E depois, o Senhor disse a Rafael: "Prenda Azazel pelos pés e mãos, joga-lo a escuridão, abra o deserto que está em Dudael e joga-lo nele.
5- Coloca sobre ele pedras ásperas e cortantes, cubra-lo de escuridão, deixa-lo ali eternamente sem que possa ver a luz.
6- E ao grande dia do juízo que seja jogado no fogo".
7- "Depois, salve a terra que os Anjos corromperam e anuncia sua salvação, a fim que se salvem da praga e que todos os filhos dos homens não se percam devido ao mistério que os Anjos descobriram e tem ensinado a seus filhos". (Jl 2:22)
8- "Toda a terra tem sido corrompida por medo das obras que ensinadas por Azazel, lhe atribui então todo pecado".
Dos sete arcanjos na angelologia do judaísmo pós-exílico, apenas Miguel e Gabriel são mencionados pelo nome nas escrituras que passaram a ser aceitas como canônicas por todos os cristãos. Rafael só é mencionado pelo nome no livro de Tobias, que é aceito como canônico por católicos, anglicanos e ortodoxos. Os outros quatro, no entanto, são nomeados apenas no Livro de Enoque (Capítulo XX): Uriel, Raguel, Sariel e Remiel.



Já no Novo Testamento, somente os arcanjos Gabriel e Miguel são mencionados pelo nome (Lucas 1: 9-26; Judas 1: 9).Os manuscritos de João 5: 1-4 referem-se ao tanque de Betesda, onde uma multidão de enfermos jaziam esperando a agitação da água, pois um anjo do Senhor descia em determinados momentos ao tanque para movê-la, e quem entrava pela primeira vez no mesmo após o movimento da água era curado de qualquer enfermidade que tivesse. Devido a isso, este anjo é geralmente associado ao arcanjo Rafael.

Rafael e Tobias


Um israelita piedoso chamado Tobit é deportado para Nínive, no tempo de Salmanasar, rei da Assíria, pouco antes da destruição de Samaria ( 722 a.C. ). Após conquistar uma posição de influência junto a Salmanasar, Tobit foi denunciado pelos ninivitas por dar sepultura aos seus correligionários, mortos pelo rei. Em consequência perde todos os seus bens e pouco depois acaba ficando cego. Nesta desoladora situação, sua mulher Ana passa a afligi-lo, criticando a inutilidde das obras de misericórdia por ele praticadas. Tobit recorre então a Deus em sua oração e chega a desejar a morte. Lembra-se porém de um depósito em dinheiro que havia deixado com um certo Gabael, em Rages, na Média, resolve por isso enviar para lá o seu filho Tobias para recuperar a quantia. 



Simultaneamente em Ecbátena, na média, outra família judia, parente de Tobit, está aflita: Sua filha única, Sara, havia perdido sete maridos na noite de núpcias, por maldade do demônio Asmodeu. Desesperada, Sara também ora, Deus envia então seu anjo Rafael, disfarçado na figura de Azarias, para resolver os problemas de Tobit e Sara. Azarias acompanha Tobias na viagem para Rages. Os dois viajantes hospedam-se na casa de Ragilel, parente de Tobit e pai de Sara. Rafael aconselha Tobias a pedir a mão de Sara, que seria curada do mau espírito pelo remédio extraído do peixe durante a viagem. O casamento se realiza o dinheiro é recuperado e, na volta, Tobit é curado. Depois que ambas as famílias reencontram a felicidade, Rafael se revela para eles e depois desaparece.



Islamismo

No Islamismo, Rafael é conhecido como Israfil (ou Israfel), e diferentemente de Jibrail (Gabriel) e Mikhail (Miguel), ele não é nomeado no Alcorão. Rafael é responsável por soprar a trombeta que anuniciará a chegada do dia do Juízo Final.  Segundo a tradição, a trombeta soará duas vezes. O primeiro soar da trombeta vai inaugurar o último dia e o segundo soar irá marcar o momento em que todas as almas se reunirão para a Juízo Final.

Israfil é geralmente concebido como possuindo um corpo enorme, e que chega do céu sétimo até trono de Deus. Uma asa protege o corpo dele, outra protege-o de Deus, enquanto as outras duas estendem-se no sentido leste e oeste. Diz-se que Israfil tutelou por três anos Maomé, no dever de profeta, antes que ele pudesse receber o Alcorão.

Mormonismo

Para a Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias (Mórmons) Rafael é um anjo do Senhor, e, juntamente com outros anjos como Gabriel e Miguel, participou da restauração do evangelho nestes últimos dias. Uma característica muito própria dos mórmons é a revelação contínua, resultando na publicação de outros livros canônicos além da Bíblia e em um desses livros, chamado "Doutrina e Convênios", Rafael é mencionado e explica seu papel nos últimos dias antes .

Dia de São Rafael


O dia da festa de São Rafael foi incluído pela primeira vez no calendário romano, em 1921, passando a ser comemorado no dia 24 de outubro. Com a reforma do calendário católico romano de santos em 1969, Rafael passou a ser celebrado no dia 29 de setembro, juntamente com São Miguel e São Gabriel. 

Obrigado por sua visita! Se gostou da leitura, por favor deixe um comentário. Compartilhe nossas postagens nas redes sociais!

3 comentários:

  1. Excelente. Tenho planos de após terminar a bíblia, ler esse livro que curiosamente é mencionado nas escrituras oficiais mas está fora da compilação.

    ResponderExcluir
  2. Matéria interessante mas na bíblia o nome arcanjo é mencionado no singular e em referência a Miguel, dando a entender q o título arcanjo q significa principal anjo,pertencente somente à Miguel tbm conhecido como Jesus. Outro fato interessante é q os próprios anjos geralmente não revelam seus nomes e não se permitem ser adorados.como exemplo leia Apocalipse 22:8 e 9

    ResponderExcluir
  3. Os "testemunhas de Jeová" dizem ser Jesus o arcanjo Miguel, porém é fácil perceber que não se analisarmos dois textos bíblicos:
    Em Mateus 4:10, vemos que Jesus reprendeu satanás por blasfemar, ao requerer adoração da parte de Jesus.
    Em Judas 1:9 lemos que Miguel disse a satanás "o Senhor te repreenda"
    Ao passo que Jesus ,não obstante ao está na forma humana repreendeu satanás.
    Outro ponto importante em relação a estes dois textos é que Miguel não se atreveu a infligir juízo difamatório contra ele, sendo assim Miguel tinha a quem temer: "DEUS"como Jesus temeria ele Mesmo?

    ResponderExcluir



Seu comentário é importante e muito bem vindo. Só pedimos que evitem:

-Xingamentos / Ofensas;
-Incitar o ódio e o preconceito;
-Spam;
-Publicar referências e links de pornografia;
-Comentários que nada tenham a ver com a postagem.

Reservamo-nos ao direito de remover qualquer comentário nessas condições.

De preferência, faça login com uma conta do Google, assim poderá entrar no ranking dos top comentaristas do blog.



Ruby