3 de maio de 2013

Kelpie

۞ ADM Sleipnir



O Kelpie é um espírito aquático do folclore celta, que habita em profundas piscinas nos córregos e rios escoceses. Ele normalmente assume a forma de um cavalo pequeno - às vezes dito ser preto, mas também "verde como o vidro", com jubas e caudas pretas. O Kelpie também pode assumir a forma de um ser humano, mas sempre tem algo da água que o denuncia- como algas marinhas em seu cabelo. Em sua forma de cavalo, ele pode esperar perto de uma vau para seduzir um viajante cansado à montá-lo através do rio. Ele poderia parecer um pônei manso, mas qualquer um que fosse tolo o suficiente para montá-lo seria levado para o rio e se afogaria.

Outro nome para o kelpie na Ilha de Man é o Glashtyn. Como todos os kelpies, o Glashtyn aparece como um cavalo - mais especificamente, um potro cinza. É muitas vezes visto nas margens de lagos e só aparece à noite.


Em Portugal, uma fada conhecida como a Phooka também é dito tomar a forma de um cavalo e induz crianças para montar ele. Ele, então, mergulha com eles em um precipício e os mata.

Kelpies também eram bem conhecidos por roubar garotas humanas para tomar como esposas, as quais nunca mais veriam a família novamente. Há uma história da esposa de um Kelpie que conseguiu escapar para terra firme novamente, deixando o Kelpie e seu filho bebê. Embora ela tenha chorado ao deixar seu filho, ela ansiava por companhia humana, e ela sabia que o Kelpie amava seu filho e iria cuidar dele. Ela voltou para sua família que ficou muito feliz de vê-la novamente, pensando que ela tinha se afogado anos atrás. Mas, enquanto eles comemoravam, uma tempestade terrível teve início, com ventos uivantes e uma forte chuva. Acima do barulho da tempestade , podia-se ouvir os gritos furiosos do Kelpie. No meio da noite, quando a tempestade estava no seu auge, eles ouviram um baque forte contra a porta da casa. Eles não se atreveram a olhar, era o Kelpie que veio por sua esposa. Mas na parte da manhã a tempestade amainou, e eles abriram a porta para ver o que havia batido nela durante a noite ... e havia a cabeça decepada do bebê kelpie.


Há outra história sobre uma jovem serva que permitiu que um homem colocasse a cabeça sobre o seu colo enquanto ela penteava o seu cabelo. Ela encontrou um pouco de Liobhagach an Locha, que é uma erva verde viscosa encontrado na água, em seu cabelo. Ela penteou-o até que o homem adormeceu em seu colo, e depois usou o avental para colocar suavemente a cabeça na terra e, em seguida, fugiu. Quando ela olhou para trás, ela podia vê-lo correndo atrás dela na forma de um cavalo.


Alguns dizem que o kelpie nem sempre é do sexo masculino, mas também pode assumir a forma de uma mulher humana. Neste caso, a Kelpie é muitas vezes referida como um espectro de água e é mais freqüentemente vista vestida com um vestido verde. Ela é tão traiçoeira como um Kelpie masculino.

Existe uma maneira na qual um Kelpie pode ser derrotado e domado. Dizem que o poder de mudar de forma do Kelpie reside no seu freio, e quem puder possuir tal freio pode forçar o Kelpie a se submeter à sua vontade. Um Kelpie subjugado é altamente valorizado, tem a força de pelo menos 10 cavalos e a resistência de muitos mais, mas as raças de fadas sempre são perigosos mesmo presos, e especialmente uma tão maligna como a do Kelpie, tentar domá-lo é algo não muito sensato de se tentar fazer. 


Agradecemos sua visita e se gostou da leitura, deixe seu comentário! Compartilhe também nossos posts nas redes sociais!

12 comentários:

  1. No anime Hakushaku to yousei aparece um kelpie como um homem de cabelo preto e olhos também preto que tenta levar a protagonista sempre que tem chance por dizer que está "apaixonado" por ela, e quando consegue, ele comenta sobre ela ser mais violenta que uma fêmea de sua espécie.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também aparece um em Berserk, no mangá 211

      Excluir
  2. o que é o freio nesse caso?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seriam as rédeas dele, iguais a de um cavalo comum.

      Excluir
  3. gostei muito da explicação obrigada!

    ResponderExcluir
  4. Se asssemelha a história de botos na região Norte do Brasil.

    ResponderExcluir
  5. Muito bom o artigo me ajudou muito obrigado!!

    ResponderExcluir



Seu comentário é importante e muito bem vindo. Só pedimos que evitem:

-Xingamentos / Ofensas;
-Incitar o ódio e o preconceito;
-Spam;
-Publicar referências e links de pornografia;
-Comentários que nada tenham a ver com a postagem.

Reservamo-nos ao direito de remover qualquer comentário nessas condições.

De preferência, faça login com uma conta do Google, assim poderá entrar no ranking dos top comentaristas do blog.



Ruby