13 de setembro de 2016

Oniate

۞ ADM Sleipnir



Oniate ("Dedos Secos" ou "Mão Seca"; pronuncia-se oh-nee-ah-ten) é um espírito sob a forma de um braço mumificado e sem um corpo, oriundo do folclore iroquês (em especial dos povos Seneca e Cayuga). Em algumas histórias, o Oniate é puramente um bicho-papão, aparecendo em áreas desertas para assustar os transeuntes. Mas em outras histórias, ele é uma aparição vingativa que surge para punir pessoas de má índole, especialmente aquelas que falam mal dos mortos, semeiam a discórdia, ou se intrometem em negócios alheios. O Oniate pode voar, e qualquer pessoa que for tocada por seu dedos é afligido por uma doença mortal, ou cegueira imediata. Ainda outras histórias dizem que o toque de um Oniate provoca morte instantânea.

Outras grafias do seu nome são Oniatë, Oniaten, Oniatän, Oniatä, Oniata, Onyate, O'nya:te:, O'nya:ten.

Uma observação: os iroqueses possuem 2 figuras com nomes semelhantes, mas que não possuem nenhuma relação com o Oniate. Uma delas é Onatah, uma deusa da fertilidade e do milho, e a outra é uma heroína chamada Oniata

Obrigado por sua visita! Se gostou da leitura, por favor deixe um comentário. Compartilhe nossas postagens nas redes sociais!

Nenhum comentário:



Seu comentário é importante e muito bem vindo. Só pedimos que evitem:

-Xingamentos ou ofensas gratuitas;
-Comentários racistas e/ou xenófobos;
-Spam;
-Publicar referências e links de pornografia;
-Desrespeitar o autor da postagem ou outro visitante;
-Comentários que nada tenham a ver com a postagem.

Removeremos quaisquer comentários que se enquadrem nessas condições.

De preferência, evite fazer comentários anônimos. Faça login com uma conta do Google, assim poderemos responder seus comentários de forma mais apropriada, e você poderá entrar no ranking dos top comentaristas do blog.



Ruby