Image Map

22 de março de 2022

Deildegast

۞ ADM Sleipnir

Arte de Ole Marius Joergensen

Deildegast (norueguês, algo como "fantasma da pedra da fronteira") é uma espécie de fantasma presente no folclore norueguês, dito assombrar regiões onde pedras marcadoras de fronteiras foram movidas de lugar por ele enquanto era vivo. Aqueles que movem tais pedras de lugar geralmente o fazem com o propósito de aumentar o tamanho de suas propriedades, agindo ilegalmente e desonestamente com seus vizinhos.

De acordo com o folclore, aquele que pratica esse ato em vida acaba sendo impedido de passar para o outro mundo após sua morte, ficando preso ao mundo dos vivos e ao local para onde moveu a pedra. A única forma de um Deildegast conseguir fazer sua passagem para o além é retornar a pedra de fronteira ao seu local original, porém isso é impossível para ele, pois ele é amaldiçoado para que a pedra sempre escorregue e caia de suas mãos enquanto tenta movê-la.

Em relação a sua aparência, um Deildegast se assemelha a um humano comum, porém suas roupas costumam ser de épocas antigas, indicando que esse espírito está preso à sua maldição há muito tempo. Dizem que ele pode assumir a forma de um pássaro, na maioria das vezes uma coruja, chamada de gasten pela população local. 

O folclore envolvendo o Deildegast parece cumprir uma função social, uma vez que a ameaça de se tornar um é (ou pelo menos era) capaz de dissuadir qualquer tentativa de mover pedras da fronteira, mantendo disputas de terra sob controle. Da mesma forma, saber que aqueles que movem pedras de fronteira serão punidos após a morte pode fazer com que aqueles que foram prejudicados pelo ato desistam de obter vingança físicas contra os mesmos em vida.

Paralelos em outros folclores

No folclore flamengo/holandês há os Vuurmannen, que por moverem pedras de fronteiras durante a vida, foram punidos após a morte tornando-se espíritos flamejantes (por vezes descritos como bolas de fogo ou como homens com olhos e gargantas flamejantes) que vagam sem rumo em meio a pântanos. Já no folclore croata há os Krivomjeripessoas desonestas que moviam marcos de fronteira ou falsificavam os limites legais de seu domínio, para reivindicar terras que pertenciam a outros. Após suas mortes, eles estão condenados a medir a terra que adulteraram, restituindo suas medidas ao tamanho original. Somente após cumprirem sua tarefa, eles podem passar para a vida após a morte. Krivomjeri são descritos como espíritos invisíveis, porém carregam consigo velas cuja a luz pode ser vista pelas pessoas. Além disso, reproduzem sons de correntes se batendo enquanto caminham.

Krivomjeri, arte de Alexandru Munteanu

fontes:

NÃO DEIXE O BLOG MORRER! Separe um minuto para comentar, elogiar ou criticar as publicações. Faça também sugestões. Sua interação é importante ajuda a manter o blog ativo!

Um comentário:

  1. Muita boa tarde. Tenho um canal no youtube onde abordo temas de relatos sobrenaturais que as pessoas enviam.
    pesquisando sobre folclore, encontrei seu magnífico blog e vi que você permite parcerias com canais de youtube. eu gostaria muito de ter uma parceria com você e saber exatamente o que você permite. poderia me chamar no whatsapp por gentileza? Agradeço desde já!

    Hendrik: 22991012235

    ResponderExcluir



Seu comentário é muito importante, e muito bem vindo, porém peço que evitem:

1) Xingamentos ou ofensas gratuitas ao autor e a outros comentaristas;
2)Comentários racistas, homofóbicos, xenófobos e similares;
3)Spam de conteúdo e divulgações não autorizadas;
4)Publicar referências e links para conteúdo pornográfico;
5)Comentários que nada tenham a ver com a postagem.

Comentários que inflijam um desses pontos estão sujeitos a exclusão.

De preferência, evite fazer comentários anônimos. Faça login com uma conta do Google, assim poderei responder seus comentários de forma mais apropriada, e de brinde você poderá entrar no ranking dos top comentaristas do blog.



Ruby