25 de março de 2013

Vetala

۞ ADM Dama Gótica


Na mitologia hindu, Vetala (ou Baital) são espíritos vampirescos do mal que assombram cemitérios e leva a possessão demoníaca de cadáveres. São caracterizados por um corpo meio-humano, meio-morcego, geralmente de um metro e meio de altura. Repousam pendurados em uma árvore de cabeça para baixo. Também podem reanimar o corpo dos mortos e usá-los como hospedeiros. Podem conduzir as pessoas à loucura, matar crianças e causar abortos, mas também podem guardar aldeias. 

Os Vetala não suportam a luz solar direta. Durante o dia, assombram túmulos subterrâneos e catacumbas até que anoiteça. No entanto, se um vetala possuir corpo de um morto, ele pode mover-se à luz do dia, enquanto que habita o cadáver. Estes vetala são muitas vezes confundidos com zumbis, mas uma pessoa observadora pode reconhecer sua verdadeira natureza se notar suas mãos viradas para trás. 

Acredita-se que eles são espíritos hostis dos mortos presos na “zona de penumbra" entre a vida e a vida após morte, que não tiveram seus ritos fúnebres realizados apropriadamente por seus parentes. Estas criaturas podem ser afugentadas pelo canto de mantras ou realização de ritos fúnebres. para evitar o perigo de estes seres cumprindo seu desejo e celebrar em sua honra funeral. 



Por estarem presos em ambos os mundos, eles não são limitados pela dimensão temporal, e têm um conhecimento incrível sobre o passado, presente e futuro e um profundo conhecimento sobre a natureza humana. Devido a isso, muitos feiticeiros os procuram para capturá-los e transformá-los em escravos, desfrutando de seus poderes. 

Certa vez um feiticeiro pediu ao rei Vikramaditya para capturar um vetala que vivia em uma árvore que estava no meio de um campo de cremação. A única maneira de fazer isso era por manter o silêncio. 

Cada vez que o rei Vikramaditya chamava o vetala, o vetala encantava o rei com uma história que sempre terminava com uma pergunta. Não importa o quanto ele tentasse, o rei não seria capaz de resistir a responder à pergunta. Isso permitiria que o vetala escapasse e voltasse para sua árvore. As histórias do vetala foram compiladas no livro Baital Pachisi




Agradecemos sua visita e se gostou da leitura, deixe seu comentário! Compartilhe também nossos posts nas redes sociais!

7 comentários:

  1. Quero dizer algo sobre a "zona de penumbra"!! Teve uma certa vez em que eu estava deitado em minha cama,eu havia fechado meus olhos,e senti como se tudo ao meu redor estivesse girando,e de repente eu me vi num lugar completamente escuro,era frio,silencioso,mas eu conseguia enxergar outras pessoas tbm,e o mais estranho é que eu não conseguia respirar,eu devo ter ficado por uns 10 segundos nesse "lugar", mas eu havia levantado com tudo, como se eu tivesse passado 1 ou 2 minutos sem respirar,fiquei muito ofegante e assustado,foi muito tenso,consegui repetir essa experiência só mais uma vez,nas outras vezes não deu certo!! A propósito,sou o mesmo cara do comentário lá da postagem do "rosto que aparece nos sonhos"!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ♈ ADM Dama Gótica: Saudações anônimo!
      Eu me interessei bastante por seus relatos e gostaria que você entrasse em contato comigo: dama-gotica666@hotmail.com

      Excluir
  2. Sobre a zona de penumbra acredito que já estive nela algumas vezes creio que 3 ou 4, a diferença da minha experiencia é que eu sempre conseguia respirar,nunca tive noção do tempo que fiquei nela, era como se eu tivesse em transe nem acordado e nem dormindo, sempre vi a mim mesmo durante essa digamos passagem.

    Nunca reconheci as pessoas que conversavam comigo durante o tempo que ficava lá. mas sempre achei essa minha habilidade interessante.

    ResponderExcluir
  3. Achei muito interessante a matéria e os outros comentários. Se puderem me dar mais relatos sobre experiências paranormais agradeço, jeniphercezarini@gmail.com

    ResponderExcluir
  4. Eu conheço a zona de Penumbra como um obscuridade repentina no centro cerebral, que indica uma espécia de AVC e que indica um potencial de recuperação das células nervosas centrais, mas pelo que vejo, é como se no exoterismo fosse como uma forma de experiência espiritual uma viajem peri-espiritual curta. Onde a falta de ar,o não conseguir mover-se mas conseguir ver o que está em volta resulta-se em uma viagem astral.
    Não sou muito ligado nisso ,porém sou curioso, pois tais coisas acontecem comigo repetidamente, mas o meu cérebro funciona em perfeitíssimo estado segundo o Neurocirurgião e um psiquiatra.

    Penso isso certo ou estaria eu enganado ?
    Tendo em vista que por muitas vezes consegui visualizar acontecimentos antes de virem a se concretizar e os evitar.

    ResponderExcluir



Seu comentário é importante e muito bem vindo. Só pedimos que evitem:

-Xingamentos / Ofensas;
-Incitar o ódio e o preconceito;
-Spam;
-Publicar referências e links de pornografia;
-Comentários que nada tenham a ver com a postagem.

Reservamo-nos ao direito de remover qualquer comentário nessas condições.

De preferência, faça login com uma conta do Google, assim poderá entrar no ranking dos top comentaristas do blog.



Ruby