Image Map

16 de setembro de 2012

Leprechaun

۞ ADM Sleipnir

Arte de Daniel Zrom

Os Leprechauns (gaélico irlandês Leipreachán) são uma raça de fadas/duendes originários do folclore irlandês, mais precisamente de lendas do século VIII sobre espíritos da água conhecidos como luchorpán, que significa "corpo pequeno". São geralmente descritos como pequenos homens barbudos, de 30 à 50 cm de altura e de aparência velha, usando um chapéu, roupas verdes ou vermelhas e tragando um cachimbo na boca. Eles são conhecidos por serem criaturas solitárias e travessas, que gostam de fazer sapatos e que armazenam moedas em um pote de ouro escondido no final de um arco-íris. A lenda mais famosa diz que caso alguém capture um Leprechaun, ele lhe concederá três desejos para que a pessoa o deixe ir.

Na maioria dos contos envolvendo um Leprechaun, ele é descrito como sendo um ser trapaceiro que engana os humanos sempre que pode. Em casos raros em que humanos conseguem capturar um Leprechaun, eles são facilmente enganados por ele, que frequentemente usa a ganância de uma pessoa contra ela. Algumas histórias relatam que Leprechauns carregam consigo uma moeda mágica, que volta para sua bolsa sempre após ser gasta. Eles podem utilizá-la para enganar seu captor, e após serem soltos, desaparecem juntamente com a moeda. Outras histórias mostram que a pessoa não pode tirar os olhos um instante sequer do Leprechaun, caso contrário ele desaparecerá assim que a pessoa pisque ou olhe para um local diferente.


Dizem que Leprechauns sempre estão com um martelo e um sapato nas mãos, e que podem ser identificados por perto ao se escutar o som de batidas que produzem ao fazer seus sapatos. Enquanto algumas histórias atribuem a riqueza dos Leprechauns aos sapatos finos que eles produzem, outras dizem que eles são os protetores do tesouro do mundo das fadas. Uma história diz que os Leprechauns agem como "banqueiros", garantindo que  fadas frívolas não gastem todas as suas riquezas de uma vez.

Leprechauns são frequentemente associados ou confundidos com os Clurichaun, criaturas mágicas que habitam adegas e depósitos de vinho. Segundo alguns folcloristas, estes dois seres encantados poderiam ser duas formas diferentes do mesmo ser, enquanto outros pensam se tratar de variações regionais.
NÃO DEIXE O BLOG MORRER! Separe um minuto para comentar, elogiar ou criticar as publicações. Faça também sugestões. Sua interação é importante e ajuda a manter o blog ativo!

3 comentários:

  1. muito interessante :) gostei do site

    ResponderExcluir
  2. Adorei! Pouco se vê sobre os duendes e gnomos, e esse artigo está ótimo. Eu tenho uma fascinação por esses seres diminutos e gosto muito de saber o quanto posso sobre eles.
    Ótimo blog, parabéns pelo trabalho!

    ResponderExcluir
  3. Me lembra muito o arquétipo do trikster( arquetipo relacionado ao trapaceiro ou malandro) como o Saci Perere. Ambos relacionados a travessura e quando pegos oferecem algum favor ao seu capturador. Mais uma vez continuam com um excelente trabalho. Parabéns!

    ResponderExcluir



Seu comentário é muito importante, e muito bem vindo, porém peço que evitem:

1) Xingamentos ou ofensas gratuitas ao autor e a outros comentaristas;
2)Comentários racistas, homofóbicos, xenófobos e similares;
3)Spam de conteúdo e divulgações não autorizadas;
4)Publicar referências e links para conteúdo pornográfico;
5)Comentários que nada tenham a ver com a postagem.

Comentários que inflijam um desses pontos estão sujeitos a exclusão.

De preferência, evite fazer comentários anônimos. Faça login com uma conta do Google, assim poderei responder seus comentários de forma mais apropriada, e de brinde você poderá entrar no ranking dos top comentaristas do blog.



Ruby