Image Map

15 de setembro de 2012

Medusa

 ۞ ADM Sleipnir

Arte de JarrodOwen

Medusa (do grego Μέδουσα, "guardiã" ou "protetora") é um monstro feminino da mitologia grega, pertencente ao grupo de daimones alados conhecidos como Górgonas ao lado de suas irmãs Esteno Euríale. Ela e suas duas irmãs são filhas das divindades marinhas Fórcis Ceto porém Medusa, segundo o poeta Hesíodo, era a única mortal dentre as três. Ela também é mais famosa e proeminente na mitologia que suas irmãs, principalmente por ter sido morta pelo grande herói grego Perseu.

Iconografia e representações

As primeiras representações de Medusa e de suas irmãs feitas em pinturas e esculturas de vasos da Grécia antiga, as retratam como mulheres aladas com cabeças largas e redondas, mechas de cabelo serpentinas, olhos grandes, bocas largas, línguas pendentes, presas de suínos, narinas dilatadas e, às vezes, barbas curtas e ásperas. No entanto, na arte clássica tardia, Medusa em particular passou a ser humanizada, sendo representada como uma bela mulher com os cabelos envoltos em cobras.


Medusa, retratada numa ânfora ateniense datada do séc 5 a.C.


Medusa era um monstro ou uma mulher que foi transformada em monstro?

Os primeiros escritores e artistas gregos retrataram Medusa como um monstro de origem, tendo sido assim desde o nascimento, mas de acordo com poetas clássicos tardios, como Hesíodo e Ovídio, Medusa era originalmente uma bela e atraente donzela, e juntamente com suas irmãs, atuava como sacerdotisa no templo de Atena

Após ter tido relações sexuais com o deus dos mares, Poseidon, Medusa foi punida por Atena, sendo transformada em um monstro o qual aqueles que a olhassem eram transformados instantaneamente em pedra. Há muitas versões sobre o mito, com diferentes autores afirmando diferentes fatos. Alguns afirmam que só Medusa foi amaldiçoada com o poder de transformar homens em pedra, outros dizem que as três receberam a maldição.

Medusa foi ou não violentada?

Existe uma confusão recorrente sobre a punição aplicada por Atena ter sido justa ou não, e se dá por conta de haverem versões diferentes sobre a história, e influenciadas pela sociedade e contexto social da época. De acordo com o que o poeta Hesíodo descreve em sua Teogonia, Poseidon, o de cabelos escuros, deitou-se com Medusa no macio prado entre flores de primavera“, deixando evidente que o ato foi consensual.


Já o poeta romano Ovídio, por equívoco ou simplesmente por sensacionalismo, transformou o conto grego de Cassandra e Ajax em uma nova versão para o mito da Medusa. Cassandra era uma das filhas de Príamo, rei de Tróia. Ela tinha o dom da profecia, entretanto foi castigada por Apolo para que ninguém acreditasse em suas previsões. Ela implorou para que o cavalo de madeira fosse destruído, mas ninguém lhe deu credibilidade, fato que culminou na queda de Tróia. Com a cidade já tomada pelos aqueus, Ajax, gigante guerreiro grego, encontrou Cassandra refugiada no tempo de Atena e a violentou. Em sua obra Metamorfoses, Ovídio escreveu que “Medusa foi violada no santuário de Minerva (Atena) pelo Senhor do Mar (Poseidon). A filha de Jove (Zeus) virou as costas e cobriu com o escudo os olhos de sua virgem. Como punição teve seus adoráveis cabelos transformados em cobras repugnantes “. Esta versão acabou se tornando uma das versões mais populares sobre a relação entre Medusa e Poseidon.

Refúgio e Morte

Após sua punição Medusa e suas irmãs passaram a viver na extremidade ocidental do mundo, junto à entrada do reino dos mortos. Ao redor de seu covil, diversas estátuas de homens e animais adornavam o ambiente, todos vítimas do seu vislumbre mortal. Logo, tornaram-se temidas por toda a Grécia.

Medusa acabaria encontrando seu fim através das mãos do herói Perseu. Polidectes, rei de Sérifos, desejava tomar a mãe de Perseu como esposa e temia que Perseu impedisse seus planos e no fim acabasse usurpando o seu trono. Planejando se livrar de Perseu, Polidectes propôs um torneio no qual o vencedor seria quem trouxesse até ele a cabeça da Medusa. Perseu aceita o desafio, e em sua jornada, acaba recebendo ajuda dos deuses. Atena lhe deu um escudo tão bem polido, que podia-se ver o reflexo ao olhar para ele. Já Hermes o guiou até o local onde viviam as irmãs Gréias, as únicas que conheciam o local onde as górgonas viviam e guardavam o mesmo. As irmãs faziam sua guarda em turnos: enquanto uma delas vigiava, as outras dormiam. Perseu consegue roubar o olho da irmã que vigiava, e após as três caírem num sono profundo, Perseu consegue seguir em frente e encontrar o esconderijo das górgonas.

Perseu entrou na caverna onde viviam as górgonas, guiado apenas pelo brilho de seu escudo. Com a ajuda do elmo invisível de Hades e das sandálias aladas de Hermes, ele voou sobre as irmãs górgonas e se aproximou de Medusa. Olhando apenas para o seu reflexo em seu escudo, Perseu desferiu um golpe certeiro que cortou-lhe a cabeça, matando-a já que era a única mortal. 

Esteno e Euríale perseguiram Perseu, mas ele conseguiu escapar do local levando consigo a cabeça de Medusa. Perseu usou sua cabeça como arma por diversas vezes (incluindo contra o próprio rei Polidectes), até finalmente entregá-la para Atena, que a colocou em seu escudo, para lhe servir como proteção. Até hoje para os gregos a face da górgona é tida como um poderoso amuleto para afastar o mal.

Descendência

Do sangue que jorrou do corpo recém decapitado de Medusa, duas criaturas surgiram: o cavalo alado Pégaso e o gigante dourado Crisaor, resultantes da união anterior entre a górgona e Poseidon.


fontes:

NÃO DEIXE O BLOG MORRER! Separe um minuto para comentar, elogiar ou criticar as publicações. Faça também sugestões. Sua interação é importante ajuda a manter o blog ativo!

18 comentários:

  1. ela foi estrupada ou aceitou deitar-se com ele?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. não... ela nao foi estrupada...
      poseidon dava em cima dela.. e ela cedeu e se deitou com ele...
      e atena puniu por profanar o seu templo...
      pois ela e poseidon tem uma richa...

      Excluir
    2. richa entre antena e poseidon,

      Poseidon e Atena competiram para o posto de padroeiro da cidade de Atenas. Poseidon acabou perdendo. A competição se sucedeu no final do calendário ateniense. Ambos concordaram em oferecer um presente aos atenienses e então eles escolheriam o que mais os agradasse. Poseidon golpeou o chão com seu tridente e fez surgir água, era salgada e pouco útil. Atena ofereceu uma oliveira. Os atenienses aceitaram a oliveira e Atena como sua padroeira. Poseidon ficou enfurecido e enviou uma inundação muito grande para a planície ateniense.

      Excluir
    3. Na verdade existem diferentes versões do mito algumas ela foi abusada, outros foi por propia vontade

      Excluir
  2. Respostas
    1. Que eu saiba, somente quando ainda era humana. Apesar disso, existem algumas representações dela onde a única parte não humana dela são seus cabelos

      Excluir
  3. Eu tô apaixonada por esse site, sério. Conte com minha visita todos os dias aqui, vou aprender muito sobre mitologia grega, além das lendas de vários países. Amei! :D

    ResponderExcluir
  4. posseidon estuprou a medusa .. coitada , ainda foram la arrancar a cabeça dela..

    ResponderExcluir
  5. De todo jeito ela si deu mal

    ResponderExcluir
  6. De longe uma das melhores deusas na minha opinião

    ResponderExcluir
  7. O nome das irmãs de Medusa eram Esteno e Euríale, e vocês poderiam acrescentar que Medusa era a única górgona capaz de tramsformar em pedra aqueles que a olhavam diretamente foi um "castigo extra" de Atena.

    ResponderExcluir
  8. Queria viver em hespérides ou na Grécia

    ResponderExcluir
  9. Anfisbena tambem nasceu de Medusa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Apesar do meu próprio post sobre a Anfisbena, a Wikipédia e muitos outros sites contarem essa história, nunca vi uma fonte confiável fazer essa relação. A minha própria postagem sobre a Anfisbena fiz na época baseado na Wikipédia, por isso o equívoco. Hoje uso livros e fontes como o theoi.com, e nessas fontes que uso nada dizem sobre essa relação. Dentro do possível vou rastrear a história para ver se encontro algo sólido, e encontrando eu atualizo as duas postagens.

      Excluir
    2. Pesquisando agora, consegui encontrar um único livro, de 2008, que traz essa história. Pode ser a origem de todos esses textos. Mas tem um grande problema, a autora é esoterista, e por experiências anteriores não confio em textos de esoteristas, pois costumam inventar histórias e não informarem suas fontes. Existe uma autora esotérica brasileira muito famosa no meio que costuma fazer muito isso, inventar histórias de personagens da mitologia nórdica, tendo sido ja desmascarada por estudiosos do assunto.

      Excluir



Seu comentário é muito importante, e muito bem vindo. Porém pedimos que evitem:

1)Xingamentos ou ofensas gratuitas;
2)Comentários racistas, homofóbicos, xenófobos e similares;
3)Spam de conteúdo e divulgações não autorizadas;
4)Publicar referências e links para conteúdo pornográfico;
5)Desrespeitar gratuitamente o autor da postagem ou outro visitante. Mantenha a polidez;
6)Comentários que nada tenham a ver com a postagem.

Removeremos quaisquer comentários que se enquadrem nessas condições.

De preferência, evite fazer comentários anônimos. Faça login com uma conta do Google, assim poderemos responder seus comentários de forma mais apropriada, e você poderá entrar no ranking dos top comentaristas do blog.



Ruby