Image Map

15 de outubro de 2014

Yale

۞ ADM Sleipnir



Yale (em latim: eale, também conhecida como Centícora) é uma criatura mítica primeiramente descrita por Plínio, o Velho no Livro VIII de sua obra, História Natural. Ela era popular em bestiários medievais e também na heráldica, onde representa a "defesa orgulhosa". Ela também está entre os animais heráldicos utilizados pela Família Real Britânica. Segundo Plínio, o Yale é uma das "monstruosidades oriundas da Etiópia (África)".

Características

O Yale é geralmente descrito com uma aparência semelhante a um bode ou antílope, porém do tamanho de um cavalo. Na descrição original feita por Plínio, o Yale é uma criatura do tamanho de um hipopótamo, possui pelos negros ou de cor marrom, uma cauda de elefante e presas de javali. Ele também tem um par de chifres longos que podem se mover de forma independentemente para qualquer direção. Eles são geralmente representados em direções opostas.


Em batalha, o Yale mantém um de seus chifres voltados para trás, para caso o chifre da frente fosse danificado, ele possa usar o outro para se defender. Nas batalhas mais acaloradas, os dois chifres poderiam ser empregadas para se defender contra numerosos atacantes. Alguns contos até sugerem que esses chifres podem ser enrolados quando não estiverem em uso. Para além da sua função prática no combate ou defesa, o Yale também usava seus chifres para empalar sua presa e de acordo com certas fontes, "demonstrar o seu estado de espírito".

Segundo os bestiários medievais, o Yale é inimigo dos Basiliscos, e conta-se que se um basilisco encontrar um Yale dormindo, irá picá-lo em seus olhos, fazendo-os incharem e explodirem.


NÃO DEIXE O BLOG MORRER! Separe um minuto para comentar, elogiar ou criticar as publicações. Faça também sugestões. Sua interação é importante e ajuda a manter o blog ativo!

9 comentários:

  1. Todos os mitos q de alguma forma influenciaram ou influenciam comportamentos socio pessoais são interessantes quando informações nos ajudam a entender as possíveis causas de sua criação.
    Foi muito esclarecedor o texto e as imagens postadas.Obrigada.

    ResponderExcluir
  2. Estou lendo o livro "O arqueiro" e apareceu o nome desse animal. Então precisei pesquisar e encontrei bons informações aqui. Grata.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tbm comecei a ler " O arqueiro" do Bernard Cornwell e me deparei com a menção a este animal.. Pesquisando, cheguei aqui e foi bem esclarecedor... Parabéns pelo ótimo material!!!

      Excluir
  3. Vim pelo livro O Arqueiro tbm kkk

    ResponderExcluir
  4. Tô lendo o arqueiro também kkkk esse livro devia vir grudado num dicionário pq é cada palavra

    ResponderExcluir
  5. Lendo O Arqueiro, tive que pesquisar

    ResponderExcluir
  6. Ahahahaha...também cheguei até aqui lendo "O Arqueiro" de Bernard Cornwell. Acabei de ver a menção desse animal e pesquisando cheguei até aqui!!

    ResponderExcluir



Seu comentário é muito importante, e muito bem vindo, porém peço que evitem:

1) Xingamentos ou ofensas gratuitas ao autor e a outros comentaristas;
2)Comentários racistas, homofóbicos, xenófobos e similares;
3)Spam de conteúdo e divulgações não autorizadas;
4)Publicar referências e links para conteúdo pornográfico;
5)Comentários que nada tenham a ver com a postagem.

Comentários que inflijam um desses pontos estão sujeitos a exclusão.

De preferência, evite fazer comentários anônimos. Faça login com uma conta do Google, assim poderei responder seus comentários de forma mais apropriada, e de brinde você poderá entrar no ranking dos top comentaristas do blog.



Ruby