Image Map

31 de janeiro de 2022

Fulla

۞ ADM Sleipnir

Arte de Alexandra Jury

Fulla (Fyllr, Fylla; possivelmente "abundante" em nórdico antigo) é na mitologia nórdica uma deusa menor que serve à deusa Frigga como uma de suas assistentes, juntamente com Gná Hlín. Ela é descrita no capítulo 35 do Gylfaginning, primeira parte da Edda em Prosa de Snorri Sturluson, como sendo uma deusa virgem, que usa seu cabelo solto com uma faixa de ouro em volta da cabeça. Ela é responsável por carregar a eski (cesta de madeira) de Frigga, cuidar de seus calçados e guardar os seus segredos.

Alguns estudiosos acreditam que Fulla foi uma antiga deusa da fertilidade, modificada ao longo do tempo e colocada em um papel menor como serva de Frigga.

Outras citações

No capítulo 49, Fulla é uma das divindades que receberam presentes enviados por Balder e Nanna diretamente de Helheim, por intermédio do deus Hermod. Na ocasião, Hermod buscava a libertação de Balder diretamente com a deusa Hel, mas ela impôs a condição de que só o liberaria caso todos os seres vivos chorassem por ele. Hel, entretanto, permitiu que Balder e Nanna enviassem alguns presentes para os vivos: Balder envia a Odin o anel Draupnir (que o mesmo havia colocado em sua pira funerária), e Nanna envia a Frigga um manto de linho e "outros presentes". Destes "outros presentes" enviados, o único item específico mencionado na passagem é um anel de ouro destinado à Fulla. 

No primeiro capítulo do Skáldskaparmál, segunda parte da Edda em ProsaFulla está listada entre as oito deusas que participam de um banquete noturno realizado para Aegir. No capítulo 19, algumas maneiras poéticas de ser referir a deusa Frigga são fornecidas, uma das quais é como "Senhora de Fulla".

fontes:

NÃO DEIXE O BLOG MORRER! Separe um minuto para comentar, elogiar ou criticar as publicações. Faça também sugestões. Sua interação é importante ajuda a manter o blog ativo!

3 comentários:

  1. Me veio uma pergunta, os nórdicos eram povos germânicos, certo? Então, a mitologia Nórdica era comum a todos as tribos germânicas? Se sim, por que não chamar de mitologia germânica e não nórdica?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi como eu disse nos comentários de outro post: A mitologia nórdica faz parte da mitologia germânica, mas nem toda a mitologia germânica faz parte da nórdica. Ela é um ramo apenas, e embora as duas tenham coisas em comum, não são idênticas.

      Excluir



Seu comentário é muito importante, e muito bem vindo, porém peço que evitem:

1) Xingamentos ou ofensas gratuitas ao autor e a outros comentaristas;
2)Comentários racistas, homofóbicos, xenófobos e similares;
3)Spam de conteúdo e divulgações não autorizadas;
4)Publicar referências e links para conteúdo pornográfico;
5)Comentários que nada tenham a ver com a postagem.

Comentários que inflijam um desses pontos estão sujeitos a exclusão.

De preferência, evite fazer comentários anônimos. Faça login com uma conta do Google, assim poderei responder seus comentários de forma mais apropriada, e de brinde você poderá entrar no ranking dos top comentaristas do blog.



Ruby