Image Map

1 de setembro de 2021

Baubo

۞ ADM Sleipnir


Baubo (grego Βαυβώ, também conhecida como Iambe, grego Ἰάμβη) é uma semi-deusa grega, associada à alegria, à obscenidade e a liberdade sexual. Dita ser filha de e Eco, Baubo era uma mulher idosa e manca, geralmente representada nas artes como uma mulher nua e sem cabeça, mas com um rosto em seu ventre.

De acordo com o poeta e escritor Robert Graves em sua mitografia O Grande Livro dos Mitos Gregos (The Greek Myths no original) de 1955, Baubo servia ao rei Celeus de Elêusis, quando a deusa Deméter, disfarçada como uma velha senhora, foi recebida em seu palácio.

Deméter estava muito triste por não ter conseguido encontrar sua filha Perséfone, e por isso se recusava a aceitar o vinho e a comida oferecidos a ela. Foi então que Baubo apareceu, recitando uma série de versos bem-humorados e picantes que fizeram Deméter sorrir um pouco. Então, Baubo de repente levantou a saia na frente de Deméter, que surpresa com a visão que teve, deu uma longa e calorosa gargalhada. 


Diferentes versões dessa história fornecem imagens diferentes do que Deméter viu sob a saia de Baubo. Algumas versões dizem que Baubo exibiu suas partes íntimas, enquanto outras contam que Baubo havia escondido Iaco (um daimon atendente de Deméter) debaixo de sua saia, e enquanto imitava sons de parto, o fez sair debaixo da mesma. Independente do que Deméter viu, foi o suficiente para tirá-la de sua depressão. Com o ânimo e a confiança restaurados, Deméter persuadiu Zeus a ordenar a Hades que libertasse sua filha.

Baubo e Uzume

O mito de Baubo é curiosamente semelhante ao da deusa xintoísta Uzume. Na ocasião em que a deusa solar Amaterasu trancou-se em uma caverna de onde se recusava a sair, Uzume virou uma banheira e subiu sobre ela, despindo-se e dançando na frente das demais divindades e provocando muitos risos. Atraída pelas risadas, Amaterasu abriu a entrada da caverna e no fim acabou saindo dela.



Estátuas Baubo

Estatuetas chamadas de Baubo foram encontradas em uma séries de lugares, geralmente com conexões com a cultura grega. Elas foram produzidas em massa em vários estilos, mas a figura básica sempre expõe a vulva de alguma forma:
  • Uma figura rechonchuda, com as pernas abertas, gesticulando em direção à vulva exposta;
  • Uma figura esparramada segurando uma harpa nas costas de um javali;
  • Um torso nu sem cabeça com o rosto no corpo e a vulva no queixo do rosto;
  • Uma figura sentada com uma vulva exagerada preenchendo o espaço entre as pernas.
As estatuetas costumavam ter penteados elaborados e algumas seguravam taças ou harpas. Alguns tinham um anel moldado na cabeça, o que parece indicar que foram pendurados de alguma forma, possivelmente como um amuleto .


fontes:
  • https://www.ancient-origins.net/history/baubo-goddess-0010863
  • https://www.theoi.com/greek-mythology/agricultural-gods.html
NÃO DEIXE O BLOG MORRER! Separe um minuto para comentar, elogiar ou criticar as publicações. Faça também sugestões. Sua interação é importante e ajuda a manter o blog ativo!

3 comentários:

  1. Descobri essa personagem no episódio sobre Deméter do podcast Noites Gregas.

    ResponderExcluir
  2. Legal, parece tão oriental. Aliás a cultura grega tem muito a dever a oriental.

    ResponderExcluir



Seu comentário é muito importante, e muito bem vindo, porém peço que evitem:

1) Xingamentos ou ofensas gratuitas ao autor e a outros comentaristas;
2)Comentários racistas, homofóbicos, xenófobos e similares;
3)Spam de conteúdo e divulgações não autorizadas;
4)Publicar referências e links para conteúdo pornográfico;
5)Comentários que nada tenham a ver com a postagem.

Comentários que inflijam um desses pontos estão sujeitos a exclusão.

De preferência, evite fazer comentários anônimos. Faça login com uma conta do Google, assim poderei responder seus comentários de forma mais apropriada, e de brinde você poderá entrar no ranking dos top comentaristas do blog.



Ruby